fbpx
was successfully added to your cart.
BlogNotícias

Cuidados com a pele com Argilaterapia

By maio 14, 2019 No Comments

Falar sobre Argilaterapia ou Geoterapia, é falar sobre a terra, não só a argila, mas as lamas, as areias, cristais, sal, água, sol e plantas.

Desde os tempos mais remotos, no início das primeiras civilizações, o homem utilizava os elementos que a natureza pudesse lhe oferecer, sua conexão com ela o conduzia, experimentando desde então todas as possibilidades e recursos no intuito que as doenças fossem curadas, a natureza pura, era o que possuía como recurso.

Na história antiga, a argila foi utilizada por muitas civilizações e documentada por muitos médicos.

No Egito, os médicos utilizavam a argila internamente para que inflamações e ulcerações fossem combatidas no corpo, também utilizavam lama quente oriunda do rio Nilo para tratar reumatismos e no embalsamento de múmias por ser anti-séptica e conservadora das propriedade dos tecidos.

Hipócrates (460-377 a.C), considerado o “Pai da Medicina “, também a empregava em seus pacientes e ensinava como trata-las aos seus discípulos.

A terra é a matriz que guarda a história de toda humanidade, nela também encontramos todos os nutrientes necessários para a nossa sobrevivência.

O sol, o ar e a água são componentes vitais para a nossa vida, a argila é potencializada por estes elementos.

Hoje, pela necessidade de nos aproximarmos da nossa própria natureza, nos curarmos e mantermos nossa saúde, se faz necessário o resgate de nossa essência, saúde e conhecimentos, muitos deles, comuns aos nossos antepassados.

A argila possui variados componentes geológicos fundamentais em sua composição, entre eles o quartzo, feldspato e mica, além da composição local do solo, características energéticas e radioativas naturais. Possui energia telúrica que é potencializada através da absorção da energia solar. É de relevante observação seu poder anti-séptico e antibacteriano, agindo neste caso, naturalmente, uma substância viva que age com discernimento, eliminando a proliferação de micróbios, fungos, bactérias, parasitas e absorção de matérias mórbitas e pútridas, absorvendo e purificando abscessos e ulcerações, ao mesmo tempo que favorece a reconstituição saudável das células. Em seu tratamento, as aplicações internas e externa se complementam.

PODER DE ABSORÇÃO
Absorção significa o poder de recolher para si, aspirar, sorver, como uma esponja. A argila possui ação desodorizante, em contato com substâncias mal cheirosas, ela a absorve, neutralizando odores.

PODER ADSORVENTE
Adsorção é a adesão de ou fixação de moléculas de um fluído a uma substância sólida. A argila pode adsorver impurezas e ou substâncias tóxicas, este poder permite a captação dos resíduos não utilizados na digestão, eliminando-os através da evacuação.

RADIOATIVIDADE
É possível que a argila estimule a radioatividade, caso esteja deficiente nos corpos nas quais contate, ou absorvendo-o, se estiver em excesso.

VITALIZANTE
Torna o organismo, mais saudável, acordando a força vital.

HARMONIZANTE
Por remover a energia doente, promove o equilíbrio da área afetada.

TÉRMICA
Equilibra as temperaturas corporais.

Algumas dicas para o uso da Argilaterapia: 

CUIDADOS COM A PELE

Revitalização de pele envelhecida: máscara feita com óleo essencial de olíbano, água e argila, aplicar a noite antes de deitar.

Manchas: misturar uma colher de argila em pó, com 1 colher de azeite de oliva, duas colheres de água pura.
Acne e pele oleosa: lavar com água argilada, aplicar máscara de argila em pó. 2 gotas de óleo essencial de tea tree e lavanda e água pura.

Caspa e oleosidade capilar: misturar o pó de argila a um shampoo neutro.

ACNE

Aplicar com pincel uma compressa de argila e deixar secar, podendo-se associar, óleo essencial de tea tree e lavanda, fazer uso interno da água argilada.

BANHOS DE ARGILA

Prepara uma massa espessa e aplicar sobre todo o corpo, cuidando para que a aplicação não esfrie o corpo, iniciar com o tempo de cinco a dez min, chegando até quinze ou vinte min, se este tratamento causar fadiga, devemos faze-lo intercalado com um dia de descanso, devendo preceder por um mês, descansando outro, para então reiniciar o tratamento.

Este tratamento é recomendado para reumatismos, artrites e problemas ósseos. Além disto, para reumatismo, podemos fazer com bons resultados, banhos de pés e mãos.


Quer aprender mais sobre Argilaterapia?

CURSO DE ARGILATERAPIA – curso livre, sem pré-requisitos

Dias: 28 e 29/05 (noturno) 

Saiba mais